Itapetingaacontece

Itapetingaacontece

Notícia mais recente.....

ITAPETINGA: INCÊNDIO ATINGE DEPÓSITO DE MATERIAIS RECICLÁVEIS NA VILA RIACHÃO

      (Fotos via print/canal Wesleynoj/youtube) Um incêndio atingiu um depósito de materiais recicláveis,que fica localizado no bairr...

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco a partir de março


Consumidores poderão pagar as contas por meio de aplicativos, nas lotéricas ou em qualquer banco mesmo após a data de vencimento.


Foto: Carlos Macedo / Especial 
Um novo sistema de cobrança de boletos bancários, que promete facilitar a vida dos consumidores e dificultar a ação de fraudadores, passará a funcionar a partir de março deste ano para todos os brasileiros.
O benefício mais visível para o consumidor será a possibilidade de pagamento em qualquer banco mesmo após a data de vencimento. Com o novo sistema, os juros e a multa serão calculados automaticamente, o que permitirá que os clientes possam pagar os boletos pelos aplicativos, nas lotéricas ou em qualquer banco. Além disso, com a identificação do CPF do pagador no boleto, será possível reduzir inconsistências de dados e evitar pagamento em duplicidade.

 Todos os boletos enviados para os clientes serão registrados no sistema bancário com a informação do nome e do número do CPF ou do CNPJ do pagador. A mudança será de maneira gradual, começando por boletos com valores mais altos. Até o fim do ano, o sistema valerá para boletos de qualquer valor.

Leia maisTaxas de operações bancárias seguem assustando: veja como evitar juro mais alto
Cartão, dinheiro ou pré-pago: o que levar na sua próxima viagem?
Desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o programa, chamado de Nova Plataforma de Cobrança, faz parte de uma exigência do Banco Central para ser utilizado pelos bancos. 
— A Nova Plataforma de Cobrança trará benefícios para o consumidor e para a sociedade, como maior facilidade no pagamento de contas vencidas, além de evitar o envio de boletos não autorizados — afirma Walter Tadeu de Faria, diretor-adjunto de Negócios e Operações da Febraban.

A plataforma será um grande banco de dados com informações dos boletos emitidos. A empresa que emitir uma cobrança terá que enviar os dados para o banco que alimenta o sistema. A medida, conforme a Febraban, trará mais segurança aos pagamentos, pois dificulta a emissão de boletos fraudados.
Essa nova forma de cobrança irá modificar a maneira como empresas e instituições financeiras organizam os pagamentos. Atualmente, sem um registro, o banco só toma conhecimento da emissão do boleto quando o documento bate na compensação, o que facilita a ação de criminosos especializados em fraudar esse tipo de documento. Com a plataforma, será possível rastrear os pagamentos e reduzir o número de fraudes.

ZH NOTÍCIAS