Bahia não vai atender decreto do presidente ampliando serviços essenciais diz governador - Itapetinga Acontece

Páginas

  • Quem Somos?
  • O governador baiano usou as redes sociais para reforçar que não vai atender ao decreto do presidente.



    O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que o decreto de Jair Bolsonaro (sem partido) ampliando os serviços essenciais, publicado no Diário Oficial desta segunda (11), não vai mudar nada no estado durante a pandemia. 

    “A Bahia vai ignorar isso. Manteremos o nosso padrão de trabalho, [que] é responsável. O objetivo é salvar vidas”, disse o petista, acrescentando: “Todas as medidas legais serão adotadas para manter o isolamento”.

    Rui usou as redes sociais para reforçar que não vai atender ao decreto do presidente. “As nossas medidas restritivas serão mantidas respeitando critérios científicos reconhecidos mundialmente. A Bahia vai ignorar as novas diretrizes do governo federal. Manteremos nosso padrão de trabalho e responsabilidade. O objetivo é salvar vidas. Não iremos nos afastar disso”.
    Até as 17h deste segunda, a Bahia já tinha registrado 5.816 casos confirmados de Covid-19. O número de pacientes recuperados chega a 1.418 e o de óbitos a 214, sendo que 4.184 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas de infecção por coronavírus, o que são chamados de casos ativos.
    Jornal da Chapada

    Bahia não vai atender decreto do presidente ampliando serviços essenciais diz governador

    O governador baiano usou as redes sociais para reforçar que não vai atender ao decreto do presidente.



    O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que o decreto de Jair Bolsonaro (sem partido) ampliando os serviços essenciais, publicado no Diário Oficial desta segunda (11), não vai mudar nada no estado durante a pandemia. 

    “A Bahia vai ignorar isso. Manteremos o nosso padrão de trabalho, [que] é responsável. O objetivo é salvar vidas”, disse o petista, acrescentando: “Todas as medidas legais serão adotadas para manter o isolamento”.

    Rui usou as redes sociais para reforçar que não vai atender ao decreto do presidente. “As nossas medidas restritivas serão mantidas respeitando critérios científicos reconhecidos mundialmente. A Bahia vai ignorar as novas diretrizes do governo federal. Manteremos nosso padrão de trabalho e responsabilidade. O objetivo é salvar vidas. Não iremos nos afastar disso”.
    Até as 17h deste segunda, a Bahia já tinha registrado 5.816 casos confirmados de Covid-19. O número de pacientes recuperados chega a 1.418 e o de óbitos a 214, sendo que 4.184 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas de infecção por coronavírus, o que são chamados de casos ativos.
    Jornal da Chapada
    Comentários
    0 Comentários

    Nenhum comentário

    Redação Email:grup[email protected] Contato/ DDD 077 9 9117-0827