Cliente emite nota de repúdio e reclama de má fé de concessionária em Itapetinga - Itapetinga Acontece

Páginas

Cliente se diz lesado pela DN Motos e Yamaha Motors do Brasil ,reclama que quitou Consorcio desde:01/10/2013 e mesmo tendo acionado a justiça; até o presente momento nada recebeu. 



O vendedor , Hamilton Júlio Cardoso Santos, procurou a nossa reportagem e nos apresentou uma série de documentos que comprovam quitação de seu consórcio da DN  E GRAN VITORIA MOTOS  realizado há cerca de 10 anos atrás quando a concessionária se encontrava ativa em  Itapetinga na Bahia.


Ele disse a nossa reportagem e em outros blogs da cidade que após finalizar o Consórcio e comprovar a quitação, não recebeu o veículo uma (MOTOCICLETA YAMAHA ). 

O cliente Hamilton Júlio, contou a nossa reportagem que teria entrado no consórcio CCV DN MOTOS – GRAN VITÓRIA MOTOS de Itapetinga no plano básico de 50 parcelas, e que após a quitação de todas PARCELAS e com os comprovantes em mão, ainda assim não recebeu o bem.


O pagamento total do consórcio teria acontecido desde 01/10/2013, o rapaz disse ainda que entrou em contato com a concessionária para a retirada do bem, mas ficou frustrado, pois segundo ele foram  várias tentativas, e mesmo com todos os  comprovantes e documentos necessários, exigidos pela mesma, não obteve êxito ,pois segundo Hamilton a empresa  teria saído de Itapetinga e ele não sabe mais á quem recorrer.



Segue em anexo abaixo, cópias dos documentos autenticados em cartório que comprovam o pagamento total do bem citado acima; bem como o reconhecimento por parte da empresa em relação a quitação, o grande detalhe é que o cliente afirma que a Motocicleta Yamaha não foi entregue ao contemplar conforme  garantia existente no contrato firmado entre ambos, segue fotos dos documentos em anexo. 


Hamilton Cardoso continua na esperança de um dia ainda receber o que lhe é de direito, apesar de ter acionado a justiça ,até a data presente, nada foi solucionado e ele alega que ainda se encontra no prejuízo. 




Prejuízo. 

Calculado em torno de 10 mil reais ,valor total pago no Consórcio...

“Estou à disposição e munido de toda documentação ,Justiça no Brasil cada dia mais complicada para os que andam certos...... ”Continuou Hamilton.









Cliente emite nota de repúdio e reclama de má fé de concessionária em Itapetinga

Cliente se diz lesado pela DN Motos e Yamaha Motors do Brasil ,reclama que quitou Consorcio desde:01/10/2013 e mesmo tendo acionado a justiça; até o presente momento nada recebeu. 



O vendedor , Hamilton Júlio Cardoso Santos, procurou a nossa reportagem e nos apresentou uma série de documentos que comprovam quitação de seu consórcio da DN  E GRAN VITORIA MOTOS  realizado há cerca de 10 anos atrás quando a concessionária se encontrava ativa em  Itapetinga na Bahia.


Ele disse a nossa reportagem e em outros blogs da cidade que após finalizar o Consórcio e comprovar a quitação, não recebeu o veículo uma (MOTOCICLETA YAMAHA ). 

O cliente Hamilton Júlio, contou a nossa reportagem que teria entrado no consórcio CCV DN MOTOS – GRAN VITÓRIA MOTOS de Itapetinga no plano básico de 50 parcelas, e que após a quitação de todas PARCELAS e com os comprovantes em mão, ainda assim não recebeu o bem.


O pagamento total do consórcio teria acontecido desde 01/10/2013, o rapaz disse ainda que entrou em contato com a concessionária para a retirada do bem, mas ficou frustrado, pois segundo ele foram  várias tentativas, e mesmo com todos os  comprovantes e documentos necessários, exigidos pela mesma, não obteve êxito ,pois segundo Hamilton a empresa  teria saído de Itapetinga e ele não sabe mais á quem recorrer.



Segue em anexo abaixo, cópias dos documentos autenticados em cartório que comprovam o pagamento total do bem citado acima; bem como o reconhecimento por parte da empresa em relação a quitação, o grande detalhe é que o cliente afirma que a Motocicleta Yamaha não foi entregue ao contemplar conforme  garantia existente no contrato firmado entre ambos, segue fotos dos documentos em anexo. 


Hamilton Cardoso continua na esperança de um dia ainda receber o que lhe é de direito, apesar de ter acionado a justiça ,até a data presente, nada foi solucionado e ele alega que ainda se encontra no prejuízo. 




Prejuízo. 

Calculado em torno de 10 mil reais ,valor total pago no Consórcio...

“Estou à disposição e munido de toda documentação ,Justiça no Brasil cada dia mais complicada para os que andam certos...... ”Continuou Hamilton.









Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Redação Email:[email protected] Contato/ DDD 077 9 9117-0827