Helicóptero cai e mata noiva que faria surpresa para o marido

Além dela, o acidente vitimou seu irmão, o piloto e uma fotógrafa


Era para ser um dia perfeito. Estava tudo preparado no sítio Recanto do Beija-Flor, em São Lourenço da Serra, a 60 km da cidade de São Paulo, para o casamento entre Rosemere do Nascimento Silva, de 32 anos, e Udirley Marques Damasceno, de 34. Porém, a fatalidade acabou agindo e fez com que o helicóptero que levaria a noiva, de surpresa, até o local do matrimônio, caísse nas proximidades da cidade do interior paulista.

Rosemere queria surpreender o noivo e os convidados descendo de helicóptero no sítio que foi escolhido para receber a recepção e o enlace. A aeronave, modelo Robinson 44 caiu numa chácara dentro de São Lourenço da Serra. No momento, segundo testemunhas, havia chuva fraca e neblima. Os peritos ainda devem analisar as causas do acidente, que vitimou a noiva, seu irmão Silvano Nascimento da Silva, o piloto Peterson Pinheiro e a fotógrafa Nayla Cristina Neves Lousada.

Como a chegada de Rosemere Silva seria uma surpresa para todos os 300 convidados e, claro, para Udirley Damasceno, apenas o responsável pelo bufê e pela organização da festa, Carlos Eduardo Batista, sabia dessa chegada inusitada. Quando percebeu que o helicóptero estava demorando demais, resolveu entrar em contato com a empresa dona da aeronave. Foi quando descobriu sobre o acidente fatal. "Chamei o pastor que estava na cerimônia e ele foi comigo comunicar e tentar acalantar o noivo, que ficou em estado de choque. Depois, os demais convidados souberam e ninguém sabia como agir. Foi uma tragédia", conta Carlos Batista em matéria feita pela Rede Globo.

Segundo uma notícia publicada pelo Jornal de Jundiaí, também do interior de São Paulo, o vigilante Rubens Pires, que trabalha na região da queda do helicóptero, a aeronave teria dado voltas antes de cair, como se estivesse procurando um local para pousar. "Ele foi e voltou duas vezes. A hélice parece que se desfez, e depois ouvi o barulho do helicóptero caindo no meio das árvores", diz a testemunha ao jornal


RevistaEncontro

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial