Itapetinga Acontece
  • Quem Somos?
  • Argentinos Martinez, Buendia, Lo Celso e Romero descumpriram regra para entrada de viajantes no Brasil, e Anvisa paralisou a partida

                                          Representantes da Anvisa entram em campo e interrompem Brasil x Argentina I Foto: Getty Images


    A bola até chegou a rolar entre Brasil x Argentina, neste domingo (5), na Neo Química Arena, mas a partida logo foi interrompida antes dos 10 minutos. Representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entraram em campo e obrigaram a paralisação da partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar. 


     Neste domingo (5), a Anvisa realizou uma reunião com as autoridades em saúde e confirmou, após consulta dos passaportes dos argentinos Martinez, Buendia, Lo Celso e Romero, que os atletas descumpriram regra para entrada de viajantes no Brasil. Pessoas com passagem por Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia estão impedidas de ingressar em solo brasileiro. 


     Após a entrada dos representantes da Anvisa em campo, a equipe da Argentina saiu de campo e se dirigiu aos vestiários.

    Representantes da Anvisa entram em campo e interrompem Jogo entre Brasil x Argentina



    Dois automóveis e nove motocicletas foram recuperados, até este domingo (5), durante operação do 3º Pelotão da 86ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Formosa do Rio Preto), em localidades das zonas rural e urbana da cidade de Santa Rita de Cássia. Alguns condutores encontrados com os itens adulterados foram conduzidos à Delegacia Territorial.


     Os bens foram localizados, no centro da cidade e nas Fazendas Nova Índia e Camarões, na zona rural do município. No total foram encontrados um Fiat Argo branco, placa KWZ 7124, um Fiat Toro branco, placa RFI 3125, ambos originados de Goiás e sete Hondas, modelos XRE, de placas RLW 6F80, QXI 9877, PTQ 7A71 e RJI 2A93, respectivamente, além de três do modelo Titan, de placas QFD 8A31, RBD 6143 e RJH 2035 e uma Bross, placa QLM OG34.



    Segundo o comandante do 3º Pelotão (Santa Rita de Cássia), aspirante-a-oficial Felipe Franco Martins, os policiais tiveram a informação de que os veículos vinham de Brasília e Goiás adulterados para circularem no interior da Bahia. "O condutor da Fiat Touro, alugada em junho na Localiza com contrato de quatro dias, também estava com um rifle calibre 32 artesanal e 20 munições", explicou o policial. 


     "A narrativa em comum dos condutores é que eles compram os veículos através de uma pessoa no Distrito Federal por valores muito abaixo do negociado no mercado e estes são transportados em veículos de carga e rodam livremente na Bahia", contou o policial ao alertar que os condutores podem responder por receptação.


    Seis pessoas flagradas com os itens suspeitos foram conduzidas à Delegacia Territorial de Barreiras.


    Ascom: Márcia Santana



    PM recupera 11 automóveis e motocicletas no interior da Bahia



    As Corregedorias das polícias Militar, Civil e Técnica, além do Corpo de Bombeiros autuarão os servidores que participarem de atos antidemocráticos, no dia Sete de Setembro. A determinação do secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino, foi enviada aos comandos das corporações, na tarde deste sábado (4).


    "A livre manifestação de pensamento é uma garantia constitucional, mas pregar atos de violência contra as instituições fundamentais para o funcionamento da própria democracia é crime", reforçou Mandarino. 


    O secretário afirmou ainda que o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal, as Forças Armadas e de Segurança são instituições sagradas e não podem ser atacadas. "Determinei às Corregedorias que adotem providências legais imediatas contra qualquer policial ou bombeiro que participe dessas ações criminosas", concluiu o secretário. 


    Mandarino acrescentou ainda que equipes da SSP monitoram os atos previstos para o Sete de Setembro com o objetivo de garantir o direito democrático de manifestação, bem como a ordem e o direito de ir e vir dos baianos. 


    Reforça também que o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), instalado no Centro de Operações e Inteligência – 2 de Julho (COI), vai reunir profissionais das forças de segurança que realizarão o monitoramento das manifestações ao longo do dia, para agilizar a tomada de decisões e o acionamento de equipes, caso seja necessário.



    Ascom: Alberto Maraux

    Corregedoria autuará servidores que participem de atos antidemocráticos


    Foi remando muito no individual de dois mil metros, para atletas com redução de mobilidade nos troncos, que o itapetinguense René Campos Pereira ficou com a medalha de bronze. Com isso ele conquistou  a segunda medalha paralímpica nessa  modalidade.


    Em Itapetinga o atual prefeito  Rodrigo Hagge determinou "PONTO FACULTATIVO" na próxima segunda-feira (6) assim sendo o Point da Cidade será o Parque Poliesportivo da Lagoa.


    E hoje no sábado (04) logo pela manhã o medalhista René Pereira que conquistou a medalha de bronze no remo na Paralimpíada de Tóquio, foi recepcionado pelos itapetinguenses e pelo seu pai René Pereira que é vice-prefeito de Itapetinga ,onde saíram em carreata pelas ruas da cidade.


    O atleta acenou para todos no carro de bombeiro da Brigada  de Incêndio da Vulcabraz/Azaleia.


    René foi um dos convidados para se fazer presente no domingo dia ,5 onde acontecerá a realização da 1ª Etapa do Campeonato Baiano de Canoagem onde haverá a participação de pelo menos 140 atletas.


    Aos poucos a cidade está se adaptando ao novo normal mesmo em meio a Pandemia causada pelo Novo Coronavirus SARS-CoV2, foi identificado em Wuhan, na China, no dia 31 de dezembro do último ano. 


    Tem de tudo no Parque Poliesportivo da Lagoa: Academias, Quadras de Esportes, Área de Lazer, Parque Infantil, Pista de Skate, Pesca com Anzol(quando é liberada),Barzinhos, comércio ambulante, Pizzarias etc... 




    Renê Pereira, medalhista de bronze no remo é recebido com alegria em Itapetinga; video

                                                               (Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil)


    A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta quarta-feira (8) para discutir o reajuste de energia elétrica. O debate será realizado às 10 horas, no plenário 11.


    O deputado Léo de Brito (PT-AC), que propôs a realização da audiência, afirma que, em meio à maior crise sanitária de sua história, a população brasileira subitamente toma conhecimento de uma nova ameaça – o risco de racionamento de energia elétrica. "A nova crise de apagão é revelada pelo governo federal na forma de 'alertas', que aparentam anteceder medidas extremas de suspenção do fornecimento de energia", disse.


    Racionamento
    Para o deputado, as autoridades do setor se dizem surpreendidas pela gravidade da situação e apontam quadros de escassez hídrica como as responsáveis pelo colapso que se avizinha.


    "No entanto, até poucos meses atrás, o governo federal afirmava que o sistema elétrico brasileiro estava preparado para enfrentar qualquer crise – e, no entanto, admite agora que a possibilidade de racionamento e de falta de energia é real", observou Léo de Brito para justificar a audiência pública.


    Debatedores
    Confirmaram presença na audiência:
    - o representante do Coletivo Nacional dos Eletricitários, Nailor Guimarães Gato;
    - o coordenador do programa de energia do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Clauber Leite;
    - o professor de Planejamento Energético da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Luiz Pinguelli Rosa; e
    - o professor da Escola de Engenharia da UFRJ, Maurício Tolmasquim.

    Da Redação – RS


    Agência Câmara de Notícias

    Comissão de Fiscalização discute reajuste na conta de energia elétrica

                                                                     (Foto reprodução/Rede Social/Instagram)

    O ator Sérgio Mamberti, de 82 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (3) em São Paulo. O artista estava internado em um hospital da rede Prevent Sênior, na capital paulista. A informação foi confirmada por um dos filhos do ator, Carlos Mamberti.

    Mamberti morreu em decorrência de falência múltipla de órgãos.


    Em julho deste ano, Mamberti havia sido hospitalizado para tratar de uma pneumonia e chegou a passa por uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Após cerca de 15 dias, se recuperou e teve alta.

    Carreira

    O ator colecionou inúmeros papéis de destaque. Foi nas séries que viveu seu personagem mais querido, o saudoso Dr. Victor do Castelo Rá-tim-bum.

    Também participou de produções da TV Globo, como “A diarista” e “Os normais”. “Atualmente, esteve no elenco de “3%”, série brasileira produzida pela Netflix.

    Mamberti dirigiu peças importantes no circuito paulista. Em 2019, estreou, ao lado de Rodrigo Lombardi, a premiada “Um panorama visto da ponte”.

    Estreou no cinema em 1966 com a comédia “Nudista à força”, de Victor Lima. Depois, emplacou inúmeros sucessos: “O Bandido da Luz Vermelha” (1968), “Toda Nudez Será Castigada” (1973), “O Homem do Pau Brasil” (1980), “A Hora da Estrela” (1985), “A Dama do Cine Shangai” (1987).

    Também estrelou filmes infantis como “Xuxa Abracadabra” (2003) e “O Cavaleiro Didi e a Princesa Lili” (2006).

    Mamberti também reinou nas novelas. Um de seus primeiros papéis de destaque foi como João Semana em “As Pupilas do Senhor Reitor” (1970).

    Depois disso, atuou também em , “Brilhante” (1981), “Anjo Mau” (1998), “O Profeta” (2007), “Flor do Caribe” (2013), “Sol Nascente” (2016), entre outras. Seu maior sucesso foi o mordomo Eugênio na clássica “Vale Tudo” (1988).

    Grande articulador cultural, abrigou em sua casa em São Paulo artistas vindos do Brasil e de fora que precisavam de abrigo. Entre seus hóspedes, estão os Novos Baianos, Asdrúbal Trouxe o Trombone e The Living Theatre.

    Em 2021, lançou a autobiografia “Sérgio Mamberti: Senhor do meu Tempo”, escrita com o jornalista Dirceu Alves Jr.

    Biografia

    Mamberti nasceu em 22 de abril de 1939, na cidade de Santos, litoral de São Paulo. Durante mais de 60 anos, dedicou-se à arte e à cultura brasileiras por meio de diversas atividades: foi ator, diretor, produtor, autor, artista plástico e ocupou vários cargos políticos no Ministério da Cultura.

    Em 1964, casou-se com Vivien Mahr, com quem teve três filhos: o também ator Duda, o diretor Fabrício e Carlos. A esposa morreu em 1980.

    Depois disso, teve um companheiro por 37 anos, Ednaldo Torquato, que morreu em 2019. Ao publicar sua autobiografia em abril deste ano, o ator falou abertamente sobre sua bissexualidade.

    Raios e trovões!

    Nas redes sociais, os fãs do Dr. Victor do Castelo Rá-tim-bum prestam homenagens ao grandioso ator com a frase mais famosa de seu personagem: Raios e trovoões.

    Vai-se o grandioso artista e fica sua obra maravilhosa.



    *Conteúdo Click Guarulhos

    Ator Global Sérgio Mamberti morre aos 82 anos em São Paulo



    'Um só corpo': com esse lema, foi deflagrada a primeira fase da Operação Unum Corpus, que reuniu as 26 Coordenadorias Regional de Polícia do Interior (Coorpins) em uma ação integrada realizada na quinta-feira (2). Foram cumpridos 41 mandados de prisão e 104 de busca e apreensão.



    Somando os mandados de prisão às capturas em flagrante, a operação totalizou 51 pessoas presas em apenas um dia. A iniciativa, que será contínua, demonstra a intenção da Polícia Civil da Bahia de integrar conhecimentos entre as coordenadorias do interior e os departamentos da capital, a fim de intensificar o cumprimento de mandados.



    Entre as ações de destaque, está a prisão do chefe do tráfico em um bairro de Paulo Afonso e do suspeito de ter praticado homicídios na disputa pelo comércio de entorpecentes, no mesmo município. Em Trancoso, dois homens envolvidos em uma tentativa de homicídio e em um sequestro foram capturados em flagrante.



    Além disso, no estado, foram apreendidos 3,2 kg de drogas, entre maconha, cocaína e crack, e seis armas. Participaram da operação 530 policiais das 26 Coorpins. A diretora do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Rogéria Araújo, analisou a primeira fase da Unum Corpus e destacou que é só o começo.



    "Desde que cheguei ao Depin, nós e a Delegada-Geral, Heloísa Campos de Brito, temos nos reunido em busca de melhorar a integração das ações das Coorpins e intensificar o compartilhamento de informações, para facilitar a identificação e localização dos foragidos. A Unum Corpus é a realização desse planejamento, o que certamente fortalecerá muito o nosso combate contra a criminalidade", declarou.



    Ascom PC

    Operação Unum Corpus cumpre 145 mandados em toda a Bahia

    https://youtu.be/kHrHZ5IXAII

    Agora á pouco por volta das 11h00 desta sexta-feira (3), socorristas do SAMU foram acionados para atender uma mulher que ficou ferida após uma colisão envolvendo duas motocicletas no Bairro Camacã em Itapetinga no sudoeste da Bahia.


    Segundo informações, a colisão foi registrada na Avenida Cinquentenário frente ao ITC  próximo a PAX Perfeição , quando o condutor de uma motocicleta Honda reduziu a velocidade ao passar no redutor de velocidade e inesperadamente foi atingido por outra motocicleta Traxx Moby 50 que vinha logo atrás e acabou colidindo na lateral.


    Com o impacto da colisão a condutora da Traxx Moby 50 acabou caindo com a motocicleta sofrendo ferimentos e teve que ser encaminhada para o Hospital Cristo redentor para atendimento médico  a COMUTRAN (Coordenadoria Municipal de Trânsito) registrou o boletim de ocorrência.


    Uma das vias ficou temporariamente interditada mas logo foi liberada.


    A condutora da cinquentinha sofreu escoriações e se queixava de dores pelo corpo, havia um possível ferimento no joelho esquerdo...Ela foi identificada pelo prenome de Suely e seria moradora no Bairro Primavera.


    Até o fechamento desta matéria não tivemos mais informações sobre o estado de saúde da vitima.

    O condutor e garupa da motocicleta envolvida no acidente, aguardaram a chegada dos profissionais do trânsito para o registro do boletim de ocorrência, eles  não tiveram ferimentos, o piloto é um Espanhol que não teve o nome revelado.









    Mulher fica ferida após colisão entre motocicletas no bairro Camacã em Itapetinga

                                                                          Foto Depositphotos


    A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados debate nesta sexta-feira (3) a incidência da leishmaniose no Brasil. O debate foi solicitado pelo deputado Fred Costa (Patriota-MG). As leishmanioses são um conjunto de doenças causadas por protozoários divididas em leishmaniose tegumentar americana, que ataca a pele e as mucosas, e leishmaniose visceral (ou calazar), que ataca órgãos internos.


    A doença é transmitida ao homem (e também a outras espécies de mamíferos) por insetos vetores ou transmissores, conhecidos como flebotomíneos (mosquito). Não há vacina contra as leishmanioses humanas.


    Segundo o deputado Fred Costa, as medidas mais utilizadas para o combate da enfermidade se baseiam no controle de vetores e dos reservatórios, proteção individual, diagnóstico precoce e tratamento dos doentes, manejo ambiental e educação em saúde.


    “Há vacinas contra a leishmaniose visceral canina licenciadas no Brasil e na Europa. O cão doméstico é considerado o reservatório epidemiologicamente mais importante para a leishmaniose visceral americana, mas o Ministério da Saúde do Brasil não adota a vacinação canina como medida de controle da leishmaniose visceral  humana”, afirma.


    Segundo o parlamentar, a doença atinge pessoas e animais em todos os estados brasileiros, estando em constante crescimento, o que mostra que as medidas  adotadas pelo governo não estão sendo eficazes, onde centenas de cães são exterminados diariamente no País e muitas pessoas continuam sendo contaminadas.


    Convidados
    Foram convidados para discutir o assunto:
    - a promotora de Justiça de Minas Gerais Monique Mosca Gonçalves;
    - o pesquisador da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) David Soeiro Barbosa;
    - o professor da Universidade Federal de São Jõao del-Rei (UFSJ) Gilberto Fontes;
    - a fundadora da Direito Animal Brasil, Gabriela Soares Maia; e
    - o técnico do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Francisco Edilson Ferreira de Lima Júnior.


    A audiência será realizada às 9 horas, no plenário 6.

    Da Redação – RL

    Agência Câmara de Notícias

    Comissão debate a incidência da leishmaniose no Brasil


    Equipes da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca) desarticularam uma casa de prostituição no bairro do Itaigara, na noite de quarta-feira (1º), onde mulheres eram negociadas por meio de sorteios de bilhetes virtuais numerados, conhecidos como “rifa”, para realizarem programas sexuais. A responsável pelo esquema foi presa em flagrante.



    A ação, que contou com o apoio do Núcleo de Inteligência (NI) do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), teve como objetivo a apuração de denúncias acerca da exploração sexual infanto-juvenil. Conforme as investigações da Dercca, a rifa virtual oferecia além da garotas de programa, uma garrafa de uísque. O esquema era divulgado em um perfil da casa de prostituição, no Instagram.


    Apesar de não encontrar crianças ou adolescentes na casa, a titular de Dercca, delegada Simone Moutinho, afirmou a importância de coibir a prática delituosa contra as mulheres. “Elas eram ‘coisificadas’ ao serem tratadas como objetos, negociadas em ‘rifa’ e niveladas a bebidas alcoólicas, além da própria exploração sexual. Encontramos seis garotas de programa no imóvel, que confessaram a atividade naquele local”, explicou. 


    Os investigadores encontraram mais de R$ 32 mil, € 100 e U$ 277, em dinheiro, além de folhas de cheque. Maquinetas de cartão de crédito, cadernos com anotações sobre a prática delituosa e alguns documentos, que configuraram a exploração sexual das mulheres, também foram localizados no interior da casa. 


    As investigações terão continuidade com o objetivo de apurar a possibilidade de exploração infanto-juvenil. A proprietária da casa foi autuada em flagrante por exploração sexual de mulheres, passou por exames de lesões e está à disposição do Poder Judiciário. 


    Ascom / PC

    Delegacia Especializada desarticula rifa de prostituição na Bahia

     
    A Secretaria da Educação do Estado (SEC) lançou, nesta quarta-feira (1), o Programa de Aprendizagem Profissional, que possibilita a contratação de aprendizes, entre 14 e 24 anos, por empresas de médio e grande portes. O lançamento aconteceu no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão Severino Vieira, em Salvador, onde os estudantes serão beneficiados.


    Com o programa, os estudantes serão inseridos no mundo do trabalho com a proposta pedagógica que alia a prática à formação profissional. Inicialmente, foram contratados por oito empresas mais de 100 estudantes do curso técnico em Administração, na modalidade Médio Integrado do CEEP. Os estudantes assinaram o contrato com as empresa, cuja vigência começou hoje.


    A estudante Mariana Silva Barros, 2º ano do continuum 2020/21, foi uma das contratadas e falou sobre as expectativas. “A partir deste programa, nós, estudantes, teremos a oportunidade de lançar o nosso olhar ao empreendedorismo e à intervenção social, bem como fomentar mudanças no contexto em que estamos inseridos. Somos imensamente gratos pela oportunidade de iniciar a primeira turma do Aprendiz Profissional e tudo faremos para corresponder às expectativas depositadas em nós”, afirmou.


    O programa terá a duração de 15 meses, sendo quatro de formação teórica e 11 de prática em ambiente real de trabalho, com carga-horária de 1.316 horas. Os jovens aprendizes serão remunerados pelo tempo de formação e atuação, com carteira assinada e direitos garantidos, como a auxílio transporte.


    O subsecretário da Educação do Estado, Danilo Souza, que representou o secretário Jerônimo Rodrigues no ato, destacou o alcance desta política para o futuro dos estudantes. “Este programa é mais uma oportunidade de aprendizado neste processo de formação dos futuros técnicos de nível médio em Administração e dos demais aprendizes que serão contemplados. Isso se soma a um conjunto de políticas públicas adotadas pelo Governo da Bahia, visando a formação e a inserção cidadã dos estudantes no mundo do trabalho, a exemplo do programa Educar para Trabalhar”.


    O programa conta com a parceria da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE); da Superintendência Regional do Trabalho (SRTb), e do Itaú Educação e Trabalho (IET).  Também participaram do lançamento a superintendente interina de Educação Profissional e Tecnológica, Elisabete Costa; a diretora do CEEP Severino Vieira, Juçara Santos; Marcelo Gavião, superintendente de Desenvolvimento do Trabalho da Setre; e Taís Arruti, auditora Fiscal da Superintendência Regional do Trabalho.


    Ascom/ Secretaria da Educação do Estado

    Programa de Aprendizagem Profissional insere mais de 100 estudantes no mundo do trabalho

    A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados cancelou a audiência pública que realizaria nesta quarta-feira (1º) para discutir as mudanças na gestão do DPVAT e suas consequências.

    Ainda não foi marcada nova data para o debate.

    O deputado Zé Neto (PT-BA), que pediu a audiência, lembra que desde janeiro de 2021 a Caixa Econômica Federal assumiu a gestão dos recursos e pagamentos do DPVAT, após contrato firmado com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), autarquia federal ligada ao Ministério da Economia que regula o mercado de seguros.

    "Esta última alteração tem gerado diversas críticas, tanto por parte das vítimas de acidentes no trânsito, que reclamam das dificuldades em obterem suas indenizações, como por parte dos profissionais corretores de seguros, que prestavam serviços ao DPVAT, no âmbito da gestão da Seguradora Líder", que atuou como administradora do seguro por 13 anos, até dezembro de 2020.

    Da Redação - MB

    Agência Câmara de Notícias

    Comissão cancela audiência sobre consequências de mudanças na gestão do DPVAT

     A Comissão de Cultura da Câmara debateu nesta terça-feira projeto de lei que cria uma política permanente de incentivo ao setor



    Representantes do setor cultural ouvidos nesta terça-feira (31) na Câmara dos Deputados destacaram a importância da aprovação do PL 1518/21, que estabelece a política nacional Aldir Blanc de fomento à cultura. A proposta está sendo analisada pela Comissão de Cultura da Câmara, que promoveu o debate.


    O texto em análise teve como base a Lei Aldir Blanc, que em caráter emergencial, garantiu recursos para o setor, um dos mais atingidos pela pandemia de Covid-19. A Lei Aldir Blanc prevê auxílio-emergencial, subsídios de manutenção de espaços culturais e programas de fomento em toda cadeia produtiva da cultura.


    A presidente da Comissão de Cultura, deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), destacou que com a redução do Orçamento e o sucateamento das instituições do setor cultural, a Lei Aldir Blanc acabou sendo a única fonte de recursos para a cultura em 2020. “Atuando para suprir os que mais precisam no mundo da cultura, que foi o primeiro a parar. Foram R$ 3 bilhões que o Congresso Nacional conseguiu oferecer à cultura brasileira”, afirmou.


    Para a representante da Associação de Produtores de Teatro, Gabriela Saboya, a sobrevivência do setor cultural no ano passado só foi possível por causa da Lei Aldir Blanc. Agora, com a política nacional, ela espera manter os empregos de quase cinco milhões de profissionais num setor que representa 3% do PIB nacional. “A proposta é democrática, é descentralizadora, pois cria uma política nacional permanente de fomento ao setor nos estados, municípios e Distrito Federal", ressaltou.


    Recursos
    O representante do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura, Pedro Vasconcelos, afirmou que para que o plano nacional de fomento à cultura dê certo é preciso que existam recursos capazes de financiar o setor. “Nós não vamos garantir a sustentabilidade do setor cultural e a permanência e a manutenção do setor cultural se nós não tivermos um vínculo do Orçamento Federal para a cultura. Não é mais possível a gente num ano ter, no outro ano não ter”, alertou.


    O gestor cultural Alexandre Santini defendeu que a nova lei seja o menos burocrática possível para garantir que os recursos disponíveis cheguem aonde são necessários. Ele lembrou que apesar da sua importância e de ter chegado a mais de quatro mil municípios, ainda existem 800 milhões da Lei Aldir Blanc para serem executados, mostrando a dificuldade de acesso aos recursos.


    O relator da proposta na comissão, deputado Tadeu Alencar (PSB-PE), afirmou que um dos grandes desafios dessa proposta é justamente garantir a ação dos órgãos de controle, sem causar entraves burocráticos no acesso aos recursos.


    Reportagem - Karla Alessandra
    Edição - Geórgia Moraes

    Agência Câmara de Notícias

    Profissionais da cultura destacam importância de financiamento permanente para o setor


    O Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Itapetinga) concluiu, nesta  terça-feira (31), um treinamento de 16 horas oferecido para 30 guardas municipais do município de Macarani, sudoeste do estado. 


    Segundo o comandante da unidade, tenente Uanderson Cardoso, o objetivo da formação foi atualizar as instruções de abordagem e defesa pessoal para os profissionais. 

    As aulas, ministradas nas modalidades teóricas e práticas por policiais militares, foram iniciadas na segunda-feira (30), no Colégio Normal São Pedro, situado na Avenida Camilo de Jejus Lima, no centro da cidade. No final do treinamento os alunos receberam um certificado. 



    Ação social

    Já em Itambé, policiais da unidade surpreenderam um garotinho ao aparecerem na comemoração de 5 anos da criança. O pequeno Felipe Santana tinha o sonho de ter uma festa com o tema da Polícia Militar e os pais solicitaram a presença da equipe no evento.

    "É comum a comunidade convidar os policiais para participarem de eventos, festas infantis. Dessa vez, não foi diferente, a equipe prontamente atendeu o convite do menininho. Desejamos saúde, felicidade e realizações em sua vida", concluiu Cardoso.


    Ascom/ Dahiele Alcântara




    8ª CIPM treina guardas municipais em Macarani na Bahia


    A prefeitura de Itapetinga apresentou nesta
     terça-feira, (31) uma live no Yutube canal oficial da Prefeitura de Itapetinga com assuntos relacionados á educação municipal da cidade. 


    A live que iniciou a partir das 19:00hs,contou com a presença do atual prefeito Rodrigo Hagge ,também o secretário de educação Geraldo Trindade o secretário de saúde do município Hugo Sousa e  o assessor pedagógico Manoel Neto.


    Saiba o que foi publicado no site oficial da prefeitura: 

    Depois de muito planejamento e estruturação, a prefeitura de Itapetinga anunciou o retorno às aulas de forma presencial e semipresencial. Em live apresentada na noite desta terça-feira, 31, o prefeito Rodrigo Hagge, o secretário Geraldo Trindade e o assessor pedagógico Manoel Neto apresentaram a forma como se dará esse retorno.

     
     Alunos da pré-escola e o Ensino Fundamental Anos Iniciais retornarão, a partir do dia 15 de setembro, de forma escalonada. Metade da turma irá às escolas às segundas e quartas e a outra metade às terças e quintas. Nos outros dias, os estudantes ficarão em casa, desenvolvendo atividades através da plataforma.

    Os alunos do Ensino Fundamental Anos Finais também se revezarão, mas semanalmente. Parte da turma frequentará a escola de segunda a sexta e ficará em casa na outra semana, enquanto o outro grupo está na escola.

    Para alunos da zona rural, Palmares, EJA e creches, as aulas retornarão completamente presenciais. O secretário de educação Geraldo Trindade explicou que essas são turmas pequenas que já atendem as exigências de quantidade máxima de alunos por turma e que permitem, assim, manter o distanciamento seguro.

    Trindade disse, ainda, que a data escolhida para o retorno contempla as medidas de biossegurança para todos os profissionais da educação que já estarão com a imunização completa – duas doses da vacina – há mais de 15 dias. “Isso nos dá maior segurança para um retorno, que minimize o risco de incidências de casos de covid e diminua a possibilidade de termos que fechar novamente alguma escola”, disse o secretário.

    Benefícios para os profissionais da educação

    Na live, o prefeito anunciou, ainda, o reajuste salarial de 12,84% para os professores e coordenadores pedagógicos de forma retroativa a janeiro de 2021. Para os demais funcionários da educação, um 14° salário será concedido como benefício.

    “A gente precisa incentivar esses profissionais que se reinventaram nesse período e que ainda enfrentarão uma nova realidade agora neste retorno. Eu quero aproveitar para desejar sorte aos alunos, pais e professores. Que tenhamos uma volta às aulas tranquila, seguro e que proporcione uma educação integral e de qualidade para os nossos jovens”, disse o prefeito Rodrigo Hagge.













    Prefeitura de Itapetinga anuncia possível retorno de aulas presencial e semipresencial; assistam!



    A Comissão de Direitos Humanos (CDH) aprovou, nesta segunda-feira (30), projeto que aumenta o número e o percentual de assentos reservados às pessoas idosas em ônibus urbanos, semiurbanos e interestaduais. O PL 6396/2019, do senador Carlos Viana (PSD-MG), teve parecer favorável do senador Flávio Arns (Podemos-PR), com emendas, e segue agora para análise da Comissão de Infraestrutura (CI).


    Atualmente, o Estatuto do Idoso (Lei 10.741, de 2003) prevê reserva de 10% dos assentos para pessoas acima de 65 anos. O projeto estabelecia que 15% dos assentos em transporte coletivo público urbano e semiurbano e no transporte coletivo interestadual seriam reservados para idosos. Emenda do relator estabeleceu que 15% é o percentual mínimo a ser reservado.


    O projeto também determina que sejam reservadas três vagas para idosos com renda igual ou inferior a dois salários mínimos em ônibus interestadual. Atualmente são apenas duas as vagas destinadas a esse público. O Estatuto do Idoso estipula que, havendo mais do que o número de idosos com direito a vaga gratuita, será dado desconto de 50%, no mínimo, no valor das passagens, aos excedentes.


    A segunda emenda apresentada por Arns garante que tanto os bilhetes gratuitos, quando os excedentes, com 50% de desconto, serão ofertados pelas operadoras do sistema de transporte também por meio eletrônico, caso essa modalidade seja oferecida aos demais passageiros.


    As outras duas emendas propostas pelo relator fazem adaptações de redação.

    As empresas terão 180 dias após a publicação da lei para se adequar às novas normas. 


    Garantia de acesso ao direito

    Para Carlos Viana, é preciso tornar a ideia do direito ao transporte acessível e gratuito compatível com o crescimento e o envelhecimento da população. Além disso, o projeto vai permitir que os idosos de baixa renda se desloquem para fazer tratamento de saúde disponível em municípios maiores e possibilitar o convívio com familiares que morem longe.


    Flávio Arns destacou que é grande o número de pessoas que buscam esse direito e encontram muitas dificuldades. Segundo o relator, pessoas idosas enfrentam filas de até 12 horas na busca das passagens gratuitas. Entre as queixas apresentadas, destaca-se a da exigência das empresas de transporte de que a pessoa vá pessoalmente ao guichê nos terminais de transporte, uma vez que tal serviço não está disponível na internet, como fazem para o público pagante.


    Ele citou dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) segundo os quais foram emitidas 916 mil gratuidades no transporte rodoviário de longa distância para idosos, no período de janeiro a setembro de 2017. O número representa 3,3% do total de 27,7 milhões de passageiros nesse período.


    Agência Senado

    Comissão aprova aumento no número de assentos em ônibus reservados às pessoas idosas



    Entenda como o aumento das bandeiras tarifárias pode ser um grande obstáculo para a atividade econômica e o que fazer para economizar dentro desse cenário 


    A pandemia prejudicou diversos setores do mundo todo e isso impactou direta e negativamente os pequenos e grandes negócios. Por isso, estima-se que a crise hídrica fez a energia ficar 13% mais cara em boa parte do país.


    Essa é considerada a maior crise hídrica em mais de 90 anos, e isso acaba pesando bastante no bolso do consumidor. O reajuste foi de 52% no valor da bandeira tarifária vermelha. Ou seja, a cada 100 kWh consumidos, será cobrado R$ 9,49, sendo que a taxa antiga era de R$ 6,24.


    Mas como economizar nesse momento tão delicado? Quais meios de produção dependem fortemente de energia para manter os negócios? Saiba mais sobre os prejuízos causados pelo aumento na conta de luz lendo a seguir. 

    O que são bandeiras tarifárias

    O sistema das bandeiras tarifárias foi criado para tornar as informações sobre o preço da energia do Brasil mais transparentes e acessíveis. Seu funcionamento é como se fosse uma espécie de semáforo. Utilizando essa comparação podemos entender melhor. 


    Para que haja energia, é necessário ter disponibilidade de insumos para a produção, portanto, quando há uma crise hídrica, por exemplo, esse valor aumenta significativamente. 


    Como a eletricidade no Brasil vem de diversas fontes de energias, como a hidrelétrica, durante períodos em que há risco de elas não conseguirem gerar a energia necessária, é preciso acionar as usinas térmicas. Entretanto, esse tipo de energia é mais cara.


    As bandeiras tarifárias têm o intuito de incentivar a economia de energia, pois o Brasil tem um sistema de aumento de cobrança que é alterado de acordo com a condição dos reservatórios. Essas divisões são as bandeiras tarifárias que, no caso, são divididas entre quatro cores.  


    Os quatro níveis são divididos da seguinte maneira:


    • Bandeira verde: não gera cobrança extra no consumo de energia;

    • Bandeira amarela: gera tarifa extra de R$1,343 para cada 100 kWh consumidos no mês;

    • Bandeira vermelha, patamar 1: a cobrança extra é de R$ 4,169 a cada 100 kWh;

    • Bandeira vermelha, patamar 2: adicional sobe para R$ 6,243 na conta para cada 100 kWh.


    Quando a bandeira tarifária passa a ser vermelha, é sinal de que o consumidor deve economizar energia o máximo que puder. 

    Setores que mais consomem energia

    É importante entendermos que alguns setores consomem muito mais energia do que outros e consequentemente acabam sendo os maiores prejudicados em um momento desses. Alguns desse setores são:

    Indústria Automobilística

    Algumas pessoas não fazem ideia de que um dos setores que mais consome energia é o automobilístico. De forma geral, esse é o que mais consome energia elétrica no Brasil, e isso pode ser comprovado.


    Segundo levantamento da EPE (Empresa de Pesquisa Energética), o ramo industrial foi responsável por cerca de 36% da energia consumida em todo o país em 2018. 


    Isso significa que a energia que consumimos em casa não é a maior responsável pelo aumento na conta de luz.


    Portanto, o motivo pelo qual a indústria automobilística está em primeiro lugar, é porque os tipos de máquinas usadas para a produção de veículos exigem muita energia elétrica. 


    Além disso, qualquer pausa no processo pode custar muito caro para toda a linha de produção, pois a indústria trabalha com produtos de alto valor no mercado. 

    Hospitais

    É compreensível e um pouco mais fácil de descobrir o motivo pelo qual os hospitais utilizam muita energia elétrica. O setor de saúde as unidades hospitalares necessitam de máquinas sofisticadas que chegam a operar 24 horas por dia em prol da saúde das pessoas.


    Há ainda o custo com a iluminação, ventilação, geradores de qualidade e tratamento de vários pacientes que dependem da energia elétrica para que os equipamentos funcionem corretamente, salvando milhares de vidas todos os dias.

    Shoppings Centers

    Centros e pontos comerciais também são grandes consumidores de energia, pois funcionam regularmente e acabam influenciando na economia do país, além de ser uma forma de entretenimento com muitas opções. 


    O gasto é consideravelmente alto com a iluminação, manutenção do sistema de ar condicionado, necessidade de energia elétrica para os que os cinemas funcionem corretamente, entre outros. 

    Setores de impressão

    O setor de impressão não é necessariamente um dos que mais consome energia elétrica, entretanto, é um setor que precisa significamente dela para que tudo corra bem e corretamente. 


    A impressão de revistas, jornais, livros, materiais pedagógicos e documentos, por exemplo, são essenciais para o país e para a educação. 


    Isso faz com que as máquinas de impressão, copiadoras e etc. sejam muito necessárias para o dia a dia de muitas empresas e consumidores. 

    Mas o que fazer para economizar energia?

    Algumas dicas simples podem ajudar a fazer com que sua empresa ou sua casa gastem menos energia, isso, pensando mensalmente. 


    • Não deixe as luzes ligadas se não estiver no cômodo;

    • Substitua as lâmpadas antigas pelas de LED;

    • Atualize aparelhos antigos;

    • Desligue os aparelhos que não estiver usando durante o dia ou pela noite;

    • Procure entender o que mais consome energia na sua casa e na empresa.


    Por fim, precisamos lembrar como esse aumento na conta de luz tem afetado os negócios, a economia e praticamente todos os setores do país.


    Manter uma situação financeira estável tem sido cada vez mais difícil no Brasil, principalmente com o crescimento da inflação. 


    Além dos gastos com aparelhos, equipamentos, água, gás, entre outras necessidades tanto para empresas quanto para residências, o aumento da conta de luz prejudica muito os brasileiros e empresários em seu funcionamento mais básico.


    Os prejuízos podem ser grandes, como o fechamento ou perda de negócios, interrupção de demandas ou até mesmo redução da qualidade do produto final. 


    Se formos mensurar o impacto desse aumento, temos o aumento de vários preços na economia: alimentos e indústria.


    Além das dicas citadas acima, há outras alternativas que podem ajudar a controlar o custo final em alguns setores. 


    Uma dica simples para o setor de impressões, por exemplo, é adotar equipamentos que consomem menos energia, como as impressoras que utilizam o toner para imprimir.


    De forma geral, em um mundo cada vez mais dependente de recursos eletrônicos e digitais, a energia se torna o bem mais precioso e, naturalmente, supervalorizado. E assim, conforme o tempo passa, mais será necessária a noção de consumo e valores na conta de luz.




    Dalton Ribeiro/SEO



    Saiba como o aumento na conta de luz afeta os negócios

    Redação Email:[email protected] Contato/ DDD 077 9 9117-0827